Vacinação da Gestante

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Vacinação da Gestante

Mensagem  Lívia Isabela de Oliveira em Qua Nov 20, 2013 9:25 am

Vacinação de gestantes

Referência Bibliográfica:

Manual de Normas de Vacinação. 3.ed. Brasília: Ministério da
Saúde: Fundação Nacional de Saúde; 2001



Não há nenhuma evidência de que a administração em gestantes de vacinas de vírus inativados (vacina contra a raiva, por exemplo) ou de bactérias mortas, toxóides (toxóide tetânico e toxóide diftérico) e de vacinas constituídas por componentes de agentes infecciosos (vacina contra infecção meningocócica e vacina contra hepatite B, por exemplo)acarrete qualquer risco para o feto.

As vacinas vivas (vacina contra sarampo, contra rubéola, contra caxumba, contra febre amarela, BCG) são contra-indicadas em gestantes.

Contudo, quando for muito alto o risco de ocorrer a infecção natural pelos agentes dessas doenças (viagens a áreas endêmicas ou vigência de surtos ou epidemias), deve-se avaliar cada situação, sendo válido optar-se pela vacinação quando o benefício for considerado maior do que o possível risco.

Grávida comunicante de caso de sarampo, com condição imunitária desconhecida, deve receber imunoglobulina humana normal (imunização passiva).

Vacinação de rotina da gestante

A única vacinação de rotina das gestantes é contra o tétano, geralmente combinada com a vacinação contra difteria.

Outras vacinações poderão ser consideradas, dependendo de circunstâncias especiais, como a vacinação contra raiva e febre amarela.

ESQUEMA:

• Se a gestante já foi vacinada com três doses ou mais de vacina contra tétano (DTP, DT, dT ou TT) fazer mais uma doses se já decorreram mais de cinco anos da última dose.

• Se fez menos de três doses, completar três doses.


• Se nunca foi vacinada ou se a história vacinal for desconhecida ou não-conclusiva, aplicar três doses da vacina dupla dT, começando na primeira consulta do pré-natal. Pode ser adotado um dos dois seguintes esquemas:

Nota: Se não for possível aplicar as três doses durante a gestação, a segunda deve ser aplicada 20 dias ou mais
antes da data provável do parto. O esquema de três doses, neste caso, deverá ser complementado posteriormente.

Lívia Isabela de Oliveira

Mensagens : 6
Data de inscrição : 18/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum