Manejo do paciente com gota

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Manejo do paciente com gota

Mensagem  Leonardo Panzera em Sab Nov 01, 2014 5:02 pm

Foi realizada consulta ao Dynamed, sendo encontradas as seguintes orientações:

Tratamento para ataque agudo:

.Descansar e elevar articulações afetadas (BSR Grau C).
.Compressas de gelo (ACR Evidência B; BSR Grau B; nível 2 [nível médio] Evidência B).
.Medicamentos anti-inflamatórios não-esteróides (AINEs). (ACR Evidência A; BSR Grau A; EULAR Nível Ib).
.Colchicina (1,2 mg por via oral, seguida de 0,6 mg uma hora mais tarde) parece eficaz, porém apresenta efeito mais lento que AINE (ACR evidência A; BSR grau A; EULAR Nível Ib; nível 2 [nível médio] de evidência).

Medidas para prevenção de novos ataques:

.Recomenda terapia de redução de urato se ≥ 2 ataques por ano (ACR Evidência A), tofos (ACR evidência A; BSR Grau C), cálculo de ácido úrico ou se função renal reduzida (ACR evidência C; BSR Grau B).
.Nível alvo de ácido úrico no soro ≤ 6 mg / dL (EULAR Nível III), mas alguns pacientes podem exigir o nível <5 mg / dL para controlar os sintomas (BSR Grau C).
.Opções de primeira linha para a terapia de redução de urato são alopurinol 50-100 mg / dia por via oral, máximo de 800-900 mg / dia (ACR evidência A; BSR Grau B; EULAR Nível Ib) ou Febuxostat (Uloric) 40-80 mg por via oral uma vez ao dia (ACR Evidência A).
.Opções de segunda linha para terapia de redução de urato são medicamentos uricosúricos (tais como probenecida, sulfinpirazona, ou benzbromarona) (ACR Evidência B; BSR Grau B)
.Profilaxia anti-inflamatória (com colchicina 0,5-0,6 mg, uma ou duas vezes por dia, NSAID, ou corticosteróides) recomendado para todos os pacientes com gota, quando a terapêutica de abaixamento de urato é iniciado (ACR Evidência A) e devem continuar durante pelo menos 6 meses (ACR Evidência A) e se qualquer atividade clínica da doença ou nível de ácido úrico elevado.
.Restringir a ingestão de alimentos ricos em purinas, carne vermelha e álcool (ACR Evidência B; BSR Grau B; EULAR Nível IIb).

Encaminhar paciente para reumatologia quando (ACR Evidência C):

.Etiologia obscura da hiperuricemia.
.Sinais ou sintomas de gota refratários.
.Dificuldade em atingir o nível ácido úrico adequado, especialmente em caso de insuficiência renal.
.Graves efeitos adversos da terapia farmacológica de redução do urato.

Referências:
1. Jordan KM, Cameron JS, Snaith M, et al. British Society for Rheumatology and British Health Professionals in Rheumatology guideline for the management of gout. disponível em: <http://rheumatology.oxfordjournals.org/content/46/8/1372.full>
2. Schumacher HR Jr, Chen LX. The practical management of gout. disponível em: <http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18819330>
3. Khanna D, Fitzgerald JD, Khanna PP, et al; American College of Rheumatology. 2012 American College of Rheumatology guidelines for management of gout. Part 1: systematic nonpharmacologic and pharmacologic therapeutic approaches to hyperuricemia. Disponível em: < https://www.rheumatology.org/practice/clinical/guidelines/Gout_Part_1_ACR-12-0014.pdf.>

Leonardo Panzera

Mensagens : 7
Data de inscrição : 26/09/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum