Diagnóstico diferencial de vertigem

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Diagnóstico diferencial de vertigem

Mensagem  Liliane Alves Matos em Ter Nov 11, 2014 2:46 pm

A tontura é uma das queixas mais freqüentes no âmbito da atenção primária à saúde. Dada sua inespecificidade, além do fato de estar presente tanto em doenças benignas quanto em potencialmente fatais, essa queixa comumente gera insegurança e frustração em pacientes e médicos.A fim de facilitar a abordagem desse sintoma, deve se esclarecer a qual dos quatro tipos básicos de tontura refere-se a queixa do paciente: vertigem, pré-sincope, desequilíbrio ou sensação de “cabeça leve”.
A vertigem é responsável por aproximadamente 54% dos casos onde a queixa do paciente é tontura. Caracteriza-se principalmente pela falsa sensação de movimento, usualmente rotacional, agravada pela movimentação da cabeça ou pela mudança de posição, associada a outros sintomas como náuseas, vômito, diaforese, instabilidade postural, zumbido, perda auditiva e sinais neurológicos focais.(1,4) Uma vez determinado que o paciente tem vertigem, o próximo passo é esclarecer se a vertigem é central ou periférica. Uma causa central de vertigem aguda, como infarto ou hemorragia cerebelar pode ameaçar a vida, requerendo intervenção imediata. O conhecimento da apresentação clínica e da freqüência das várias causas de vertigem auxilia nesse diagnóstico.
CAUSAS DE VERTIGEM:

Vestibular
Vertigem paroxística Benigna (VPPB)
Doença vertebrobasilar
Infecciosa: labirintite, neurite vestibular, Hamsay Hunt
Doenças cerebelares: tumores, hemorragia, isquemia
Doença de Ménière
Esclerose múltipla
Medicamento: Aminoglicosideo
Doença dos ganglios da base
Traumática

Neurológica
Infecções: TB, neurosífilis
Epilepsia
Migranea basilar
Acidente vascular cerebral

Referência
1- Rosemeri M. S., Maria Z. B., Marcos F. G., Renata  S. B., Jaqueline L.P., Thiago S.J. Nova abordagem das Vertigens: correlação clínica.Arquivos Catarinenses de Medicina Vol. 37, no. 1, de 2008.
2- Med Clin North Am. 2010 Sep;94(5):989-1002. doi: 10.1016/j.mcna.2010.05.011;
3- Neurology 2010 Sep 7;75(10):933, editorial can be found in Neurology 2010 Sep 7;75(10):848

Liliane Alves Matos

Mensagens : 6
Data de inscrição : 24/10/2014
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum