Critérios clínicos de diagnóstico para Gota e breve abordagem terapêutica

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Critérios clínicos de diagnóstico para Gota e breve abordagem terapêutica

Mensagem  Rafaela Gersanti em Seg Nov 17, 2014 9:16 am

A gota é clinicamente suspeitada em pacientes com história típica e achados no exame físico. O diagnóstico é confirmado pela artrocentese mostrando cristais de urato monossódico. De forma alternativa, o diagnóstico pode ser baseado no preenchimento de ≥6 dos seguintes critérios da American College of Rheumatology (ACR):
• Mais de uma crise de artrite aguda;
• Inflamação máxima desenvolvida dentro de 1 dia;
• Ataque de monoartrite, vermelhidão observada ao longo das articulações;
• Primeira articulação metatarsofalângica dolorosa ou edemaciada;
• Acometimento unilateral da primeira articulação metatarsofalângica;
• Acometimento unilateral da articulação tarsal;
• Tofo (nódulos subcutâneos duros);
• Hiperuricemia;
• Edema assimétrico de uma articulação na radiografia;
• Cisto subcortical sem erosões na radiografia;
• Cultura da articulação negativa para organismo durante crise.
No entanto, o diagnóstico pode ser realizado clinicamente com um bom grau de certeza sem a presença de cristais e sem o preenchimento dos pontos sugeridos pelos critérios da ACR. Por exemplo, casos com uma história confiável de monoartrite aguda recorrente na primeira articulação metatarsofalângica (podagra).

História
A gota é mais comum em homens e é rara em mulheres na pré-menopausa. Uma história de ataques prévios que são autolimitados (7-14 dias) embasa o diagnóstico. Medicamentos, hábitos alimentares e história familiar devem ser avaliados.
A apresentação mais comum é a artrite monoarticular aguda caracterizada pelo início súbito de dor intensa e edema. No entanto, a doença pode ainda ser oligoarticular (<4 articulações envolvidas) ou, em menor grau, poliarticular. As articulações mais comumente afetadas são a primeira metatarsofalângica, tarsometatarsal, tornozelo e articulações do joelho, mas quase todas as outras articulações podem ser afetadas.
Em pessoas mais velhas, a doença pode ser poliarticular e estar associada com edema acentuado e inchaço das mãos e pés.

Tratamento
Para episódios agudos pode-se utilizar AINE (ibuprofeno, 800 mg por via oral três a quatro vezes ao dia durante 10-14 dias); colchicina ou corticosteroides.
Para tratamento do gota recorrente, utiliza-se o alopurinol, cujo objetivo é reduzir o nível de ácido úrico abaixo de 357 micromol/L (6 mg/dL) e prevenir a supersaturação e a formação de cristais. Posologia: 100 mg via oral uma vez ao dia inicialmente, aumentar em incrementos de 100 mg/dia a cada semana de acordo com o nível sérico de urato, máximo de 800 mg/dia.

Fonte: BMJ

Rafaela Gersanti

Mensagens : 6
Data de inscrição : 20/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum