Síndrome Pós-trombótica - tratamento

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Síndrome Pós-trombótica - tratamento

Mensagem  Vinícius Neves em Sab Maio 30, 2015 10:44 am

Causada pela obstrução crônica do efluxo venoso e/ou destruição de valvas venosas, resultando na hipertensão venosa por insuficiência venosa e/ou obstrução do efluxo venoso. [128]

Até metade dos pacientes desenvolvem algum sinal ou sintoma de síndrome pós-trombótica, geralmente até 2 anos do episódio de trombose venosa profunda (TVP) aguda.

As diretrizes sugerem que pacientes com TVP devem ser tratados com meias de compressão graduada (30 a 40 mmHg) durante 2 anos (nível de vidência: A)

Para o diagnóstico, a escala de Villalta tem sido a mais utilizada, uma vez que define a existência e gradua a severidade da síndrome. Pode-se utilizar ainda a Classificação de Doença Venosa Crônica - CEAP, baseada em critérios clínicos que vão de C0 - doença venosa sem sinais visíveis ou palpáveis, a C6 - úlcera venosa ativa ou aberta.

Em linhas gerais, deve-se evitar abertura de feridas, bem como tratar as abertas, e promover o mais rápido possível deambulação / movimentação ativa, ainda que no leito. Medidas farmacológicas podem ser necessárias. O uso de meias elásticas é muito importante.


Vinícius Neves

Mensagens : 4
Data de inscrição : 27/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum