Leucopenia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Leucopenia

Mensagem  Convidad em Ter Jul 09, 2013 5:54 pm

Quando a leucopenia é descoberta, o passo mais importante é determinar qual tipo de glóbulo branco está em níveis inferiores ao normal. Os leucócitos circulantes são formados por tipos celulares heterogêneos (neutrófilo, monócito, basófilo, eosinófilo, linfócito B, linfócito T e células natural killer).
Neutropenia
Considera como neutropenia quando a contagem periférica de neutrófilo em um paciente for menor que 2000/mm³.  Caso a contagem esteja abaixo que 500/mm³, a ameaça de infecções recorrentes e/ou graves aumenta de forma significativa.
Defeitos medulares são os responsáveis pela maioria das neutropenias observadas na clínica. Ela pode ser comumente induzida por medicamentos (exemplos de medicamentos que podem causar neutropenia são metildopa, captopril, propiltiouracil, hidroclorotiazida, clorpromazina, fenitoína, carbamazepina, entre outros). Outras situações são radiações, infecção na medula por micobactérias, doenças autoimunes, invasão da medula por células anormais (exemplos são carcinoma pulmonar, câncer mamário, prostático, gástricos), deficiência de folato ou vitamina B12.
Há síndromes que podem causar neutropenia. Elas são denominadas como síndrome neuropênicas herdadas. Há a neutropenia cíclica (há oscilações periódicas de 14 a 21 dias de neutropenia grave. Durante esses dias o paciente pode apresentar úlceras orais, faringite e linfadenopatias), a neutropenia grave congênita (também chamada de síndrome de Kostmann. Esta doença é acompanhada por infecções, incluindo estomatites, infecções respiratórias. Os pacientes costumam apresentar monocitose e eosinofilia) e outras síndromes raras (mielocatexia, síndrome de Schawachman-Diamond)
Linfocitopenia
A linfocitopenia é definida como contagem linfócitica do sangue periférico abaixo de 1500/mm³, mas a linfocitopenia grave é considerada quando se tem menos que 700 linfócitos/mm³. Algumas causas de linfocitopenia são malnutrição protéico-calórica, radiação, glicocorticóide, doença de Hodgkin, mieloma múltiplo, quimioterapia citotóxica, cirurgia, trauma, hemorragia.

Referências
1. Goldman, L. Cecil Medicina. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum