Diagnóstico diferencial de dor abdominal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Diagnóstico diferencial de dor abdominal

Mensagem  Liliane Alves Matos em Qua Dez 10, 2014 8:24 pm

A dor abdominal aguda é uma queixa freqüente em pacientes que procuram as Unidades Básicas de Saúde (UBS)/Pronto-atendimentos (PA). A maioria dos casos tem evolução favorável, mas uma pequena porcentagem dos pacientes apresentam risco de vida ou necessitam de tratamento
cirúrgico.
      Em torno de 40% dos pacientes que procuram assistência médica com queixa de dor abdominal não tem um diagnóstico etiológico definido. O
diagnóstico final geralmente não é realizado durante a primeira visita do paciente ao serviço de saúde. Assim, é importante que na avaliação inicial
destes pacientes sejam excluídas doenças graves como a dissecção aguda de aorta e também afecções com perspectiva de abordagem cirúrgica de
natureza inflamatória (apendicite e colecistite), perfurativa (doença péptica e neoplasias), vascular (embolia e trombose mesentérica) e obstrutiva (bridas, hérnias de parede e neoplasias).
No momento da anamnese, várias informações são importantes, tais como:

• Idade;
• Comorbidades;
• cirurgias prévias;
• uso de medicações;
• quadro clínico de dor:
- fatores de melhora e piora da dor;
- tipo ou qualidade da dor (contínua, em cólica, aperto, facada);
- local de início e irradiação;
- gradação da dor (escala de zero a 10);
- duração e repetição do quadro.
• febre;
• última refeição;
• hábito intestinal;
• história menstrual;

Os sinais e sintomas referentes ao quadro clínico que devem ser pesquisados são:
• dor (localização e migração);
• descompressão brusca;
• náuseas;
• vômitos;
• diarréia;
• disúria;
• constipação;
• sangramento vaginal;
• suspeita de gravidez.

Possíveis causas de dor abdominal localizada

1- Hipocôndrio Direito:
• Gastrites
• Úlceras péptica
perfurada ou não
• Cólica biliar
• Colecistite
• Colangite
• Pancreatite
• Abscesso Hepático
• Hepatites
• Neoplasias de estômago, cólon, vesícula e vias biliares, fígado e pâncreas.

2- Fossa ilíaca D:
• Apendicite
• Infecção urinária
• Patologias
ginecológicas
• Cálculo ureteral
• Neoplasia de cólon

3- Hipogástro
• Apendicite
• Infecção urinária
• Patologias
ginecológicas
• Cálculo vesical
• Neoplasia de cólon e bexiga

4- Epigastro
• Angina
• IAM inferior
• Aneurisma de aorta
abdominal
• Esofagite
• Gastrite
• Úlcera péptica
• Cólica biliar
• Colecistite
• Colangite
• Pancreatite
• Neoplasias de esôfago, estômago e colon

5- Flancos D e E
• Infecção urinária
• Cálculo ureteral
• Patologias
ginecológicas
• Pielonefrite
• Neoplasia de colon

6- Fossa ilíaca E
• Diverticulite
• Neoplasia de colon
• Doença inflamatória
intestinal (Crohn,
retocolite ulcerativa)
• Patologias
ginecológicas
• Cálculo ureteral
• Infecção urinária

7-Hipocôndrio E
• Gastrite
• Úlcera péptica
perfurada ou não
• Pancreatite
• Neoplasia de
estômago ou colon
• Abscesso esplênico

Referência:
1- Protocolo clínico e de regulação para dor abdominal aguda no adulto e idoso. Disponível em:<http://www.saudedireta.com.br/docsupload/1333460159dor_abdominal.pdf>

Liliane Alves Matos

Mensagens : 6
Data de inscrição : 24/10/2014
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum